logo-min-_2_

DEMONSTRAÇÃO FAZ. SÃO JUDAS TADEU

DEMONSTRAÇÃO FAZ. SÃO JUDAS TADEU

Gerente da Propriedade: Carlos/Erasmo Responsável Técnico: Jefferson Renan

 Objetivo:  Demonstrar o aumento no estimulo fisiológico da planta, proporcionando uma potencialização nas aplicações de herbicidas de pos-emergência na cultura do girassol. Justificativa: A performance dos herbicidas no campo pode ser melhorada por meio de adição de adjuvante, cuja  função é aumentar a cobertura, a retenção, a espalhabilidade, o molhamento e a penetração dos produtos na massa foliar. O adjuvante apresenta uma ação sinérgica modificando a atuação do herbicida, essa característica propicia a aceleração da metabolização fisiológica na planta. Metodologia de trabalho. O trabalho foi realizado na Fazenda São Judas Tadeu, município de Campo Novo do Parecis-MT em condições de campo, onde as aplicações foram realizadas em horários agronomicamente considerados críticos. As Aplicações foram realizadas da mesma forma que havia sendo realizado pela propriedade em características como: vazão, bicos pulverizadores e velocidade de aplicação. As variantes dos tratamentos foram redução e substituição das dosagens e produtos. O tratamento Padrão Fazenda: Selefen 0.81 l/ha, Lorsban 1 l/ha, Óleo Degomado 0.2 l/ha, Assist 0.2 l/ha, Triunfo 0.02 l/ha A vazão usada foi de 50 l/ha; Equipamento: Pulverizador: Montana Parruda; Os tratamentos aplicados na cultura do girassol foram:
  • Selefen 0.81 l/ha, Lorsban 1 l/ha, Óleo Degomado 0.2 l/ha, Assist 0.2 l/ha, Triunfo 0.02 l/ha
  • Selefen 0.81 l/ha, Lorsban 1 l/ha, Ophion 0.05 l/ha
Resultado e Discussões: Os resultados obtidos demonstram que as aplicações de Ophion (0,05 l/ha), foram superiores tanto em questões de cobertura foliar, bem como no resultado final obtidos pela potencialização dos herbicidas. Verificamos uma aceleração na morte das plantas daninhas devido a metabolização do Ophion+Selefen+Lorsban, observando que as folhas do Pé-de-galinha abortaram mais rapidamente e de maneira mais efetiva podendo ser observado nas figuras acima do texto. Houve um índice de rebrota menor  comparado ao padrão fazenda pois as plantas daninhas estavam fora do estagio ideal de aplicação principalmente o pé-de-galinha como podemos observar nas figuras abaixo. ]]>

Gostou do Contéudo? Compartilhe
Veja Também

Post Relacionados